Bem vindo ao seu portal lusófono de Energia Livre e Ciência Alternativa!
NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK - Curta e divulgue!
NOSSO CANAL NO YOUTUBE - Inscreva-se
SIGA-NOS NO TWEETER @EnergiaLivreBR
Entre em contato com o autor por e-mail
Participe da pesquisa de Energia Livre no grupo.
Para seguir o blog por e-mail, RSS ou Blogger role até o pé da página.
Na aba direita você encontra os links que abrirão as portas do universo da Energia Livre.
Boa viagem!!

domingo, 22 de junho de 2014

William Skinner 1939 - parte 1

Começaremos a falar hoje sobre uma velha máquina gravitacional, artigo em várias partes. Primeiramente, apresentaremos um artigo publicado em jornal.

Força da Gravidade usada para aumentar a potência de motores

 


Tradução abaixo:


Por Jack Wolston - Correspondente United Press
Miami, Florida, 3 de Abril de 1939

W. P. Skinner orgulhosamente mostra sua última invenção, um aparato que multiplica potência de uma forma surpreendente.

Skinner tinha grandes esperanças para o princípio que ele incorporou em seu aparato, que ele chama "máquina de potência gravitacional". Ele disse, por exemplo, que acredita que o princípio da máquina poderia ser desenvolvido de forma que um motor de 1 HP poderia fornecer eletricidade para uma comunidade de 3500 pessoas a um custo total de somente 5 dólares por mês.

"Praticamente qualquer engenheiro irá te dizer que o o que esta máquina faz é impossível," disse Skinner, e então procedeu com a demonstração em sua oficina aqui. Seu modelo operante da "máquina de potência gravitacional" foi alimentado por um motor de um oitavo de HP. O aparato, por sua vez, operou um robusto torno de 12 pés, uma furadeira de bancada de seis pés e uma serra tico-tico, tudo a partir de um mesmo eixo, ao mesmo tempo.

"Praticamente qualquer engenheiro irá te dizer que, até para operar este robusto torno e produzir este torneamento de um quarto de polegada em uma barra de aço, seria necessário um motor de dois HP", Skinner disse.

A "máquina de potência gravitacional" consiste em uma armação de aço contendo quatro eixos controlados por excentricidade. Em cada eixo está um peso desbalanceado que Skinner diz ser "o segredo da coisa toda".

Ele explicou que os eixos, rodando em excentricidade, movem os pesos em um movimento circular a 60 revoluções por minuto. Por causa do desbalanceamento dos eixos, ele diz, os mesmos estão sempre "caindo", produzindo a multiplicação da potência.

A "queda", Skinner disse, é mais corretamente descrita como sendo os pesos perseguindo novos centros de gravidade causados pela mudança na posição dos eixos. Os pesos não "caem" de fato. O motor de 1/8 HP, Skinner disse, é usado somente para ter potência suficiente para rodar as excentricidades e a "máquina de potência gravitacional" provê, por sua vez, a potência para operar a oficina.

Skinner estimou que a "máquina de potência gravitacional" aumentaria a potência de um motor em aproximadamente 1200 por cento. Um motor de um HP, ele acredita, com uma "máquina gravitacional" aperfeiçoada para multiplicar sua saída, poderia alimentar um gerador grande o suficiente para produzir eletricidade para 3500 pessoas, com um custo operacional de somente cerca de 5 dólares por mês, ele estimou.

A máquina que Skinner demonstrou foi a quinta que ele construiu nos 14 anos em que ele esteve "trabalhando na idéia". 

Alguns de engenheiros inspecionaram a sua invenção, ele disse.

Um deles foi A. P. Michaels, um engenheiro consultor de Jacksonville, Florida, que deu a Skinner uma carta descrevendo a máquina como um "aparato prático que irá ter definitivamente um campo de aplicação aonde é necessário utilizar energia para alimentar equipamentos. Isto deve resultar em uma grande economia de energia usada."

George C. Estill, engenheiro elétrico e presidente aposentado da companhia Florida Power and Light aqui, foi outro que examinou o aparato, mas disse que sua avaliação não estava completa o suficiente para permitir a ele chegar a uma conclusão.

Skinner tornou-se inventor após o colapso da bolha imobiliária na Flórida em 1926. Ele recentemente aperfeiçoou um aparato para recarregar baterias secas (dry cell). Ele recebe royalties de vários brinquedos infantis e tipos especiais de móveis que ele inventou. Skinner diz que alguns céticos estavam inclinados a se questionar se a sua "máquina de potência gravitacional" estava obtendo energia de alguma outra fonte que não o motor de 1/8 HP porque a oficina era operada eletricamente. Para fazer a demonstração mais convincente, ele adquiriu um motor a gasolina de 1/5 HP fabricado para aeromodelos, que ele disse que  poderia instalar para produzir a energia para a oficina.

Um comentário:

  1. Se a maquina gravitacional for suficientmente grandee, ela pode funcionar apenas com gravity, pois o gradiente gravitacional é muy pequeno.

    ResponderExcluir

Seguir por Email

Seguidores