Bem vindo ao seu portal lusófono de Energia Livre e Ciência Alternativa!
NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK - Curta e divulgue!
NOSSO CANAL NO YOUTUBE - Inscreva-se
SIGA-NOS NO TWEETER @EnergiaLivreBR
Entre em contato com o autor por e-mail
Participe da pesquisa de Energia Livre no grupo.
Para seguir o blog por e-mail, RSS ou Blogger role até o pé da página.
Na aba direita você encontra os links que abrirão as portas do universo da Energia Livre.
Boa viagem!!

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Multiplicador de Torque - Fernando Sixto Ramos

Já que abrimos as portas para o idioma espanhol, vamos mostrar também como a energia livre anda nestas terras abaixo do equador.

Fernando Sixto Ramos é um engenheiro mecânico peruano, cego, que criou um sistema de multiplicador de torque, ou seja, com um motor de menor potência pode-se, multiplicando o torque do motor através do sistema por ele inventado, ter força motriz suficiente para operar um gerador de maior potência.



A princípio Fernando não teve apoio de seu governo, universidades ou empresas em seu país, mas conseguiu construir um protótipo operacional com recursos próprios. Ao saber de uma feira de inventos na Suíça ele conseguiu, com dinheiro próprio e ajuda de amigos, comparecer à feira, aonde pôde demonstrar seu invento. Fernando ficou em terceiro lugar na competição, atraindo finalmente a atenção em seu país assim como do resto do mundo.



Para citar valores, ele nos diz na entrevista abaixo, que com um motor de 1 HP ele alimenta um gerador de 10 KW, ou seja, uma "eficiência" (ou melhor, COP) de 1300%. Isto mesmo, 1300%, ou seja, 13 vezes mais energia na saída do que foi fornecido na entrada, podendo chegar a 20 vezes. Vale repetir, o experimento foi verificado na feira aonde o peruano ficou em terceiro lugar. Para quem ainda duvidava de que uma máquina com COP > 100% fosse impossível, que viola as "leis" da termodinâmica e etc e tal, é melhor começar a recolher-se a sua insignificância apesar de todos os seus títulos, todos os pedaços de papel que compõe o origami da sua arrogância.



A princípio Fernando não teve muito o que fazer com o invento, por não possuir patente, como dito na entrevista acima, mas uma empresa Suíça o ajudou a ter a tirar a patente internacionalmente. Veja o vídeo de Fernando recebendo sua patente:

Agora comentaremos um pouco sobre os aspectos técnicos. Primeiramente, estamos surpresos que tantas máquinas OU mecânicas estejam surgindo. Particularmente, achávamos que OU era uma exclusividade do eletromagnetismo, que seria um capítulo à parte erroneamente dado como encerrado na física com as equações de Maxwell-Heaviside, mas que na verdade ainda teria muito terreno a ser explorado. A mecânica é a mãe de toda a física, seu ramo mais antigo e maduro; o eletromagnetismo, porém, é mais recente, só não sendo mais recente que a Relatividade e a Mecânica Quântica, que, aliás, não existiriam sem um sólido conhecimento do último. Então seria mais sensato pensar que um erro histórico talvez tivesse se propagado no eletromagnetismo, deixando margem para uma revolução científica posterior. A máquina de Fernando funciona baseada em uma excentricidade dos eixos, que especulamos faz assim uma mudança de referência rotacional. Através desta mudança, é possível alterar a velocidade sem perda de energia, multiplicando o torque.



Segundo especialistas que analisaram o princípio de funcionamento do multiplicador de torque de Fernando, no entanto, a invenção dele não quebra nenhuma lei mecânica nem desvela nenhum princípio oculto ; o que ele faz é utilizar as leis conhecidas de um modo "nunca antes pensado". Nunca antes pensado entre aspas, pois Tesla já conhecia estes princípios, segundo Jim Murray, palestrante da conferência Bedini-Lindemann 2013. Murray é outro que afirma ter conseguido amplificação de potência por meios mecânicos, baseado em suas pesquisas do "caderno azul" de Tesla, registro das descobertas de Tesla em seus últimos anos de vida.

Esta mudança de referência rotacional, especulamos, deve ser o análogo mecânico do que Tom Bearden chama de "assimetrical regauging" nas máquinas OU eletromagnéticas. Falaremos mais profundamente disto quando dermos sequência à série de artigos "Lições do Tio Tom". Especulamos ainda, que a energia extra do sistema deve vir da gravidade e da inércia, através dos pesos entre os eixos do multiplicador. Porque, sendo um sistema com COP > 1, é fato que a energia extra deve vir de algum lugar, ou seja, o sistema é termodinâmicamente aberto, não violando assim a conservação de energia nem se classificando como um moto-contínuo.

Voltando um pouco no artigo mais popular deste blog, sobre o motor gravitacional da rar energia, talvez eles estejam usando um princípio similar, não necessitando assim assimetrizar a gravidade de nenhuma forma excepcional ou esotérica como no caso do blazelabs, ou melhor, a própria mudança de referencial rotacional seria uma quebra na simetria.

Um parabéns  a Fernando e Boas Festas a todos. Que o ano de 2014 seja o ano em que a sociedade comece a abrir os olhos para o fato de que temos a faca e o queijo na mão para transformar o mundo. Não faltam soluções nem propostas de mudanças de paradigma, ao contrário, elas abundam. O que falta é falta de vontade por parte dos poderes constituídos, que preferem continuar "roendo o osso", explorando o planeta e os irmãos humanos, até que o planeta se esgote e os humanos matem uns aos outros. Falta também consciência aos humanos, que assistem a tudo escravizados sem lutar nem exigir que suas vidas sejam transformadas por um novo paradigma de abundância e igualdade, aonde ninguém explora e ninguém é explorado.

5 comentários:

  1. MULTIPLICADOR DE TORQUE NOS FORUNS:

    http://www.overunity.com/12311/fernandos-force-multiplier/60/#.UGQ-EpgxqDG

    http://foro.redjedievolution.com/viewtopic.php?f=43&t=3397&start=39

    patente

    SIXTO RAMOS GRANADOS S.A.C.

    RUC: 20522283950
    Razón Social: SIXTO RAMOS GRANADOS S.A.C.
    Nombre Comercial: SRG S.A.C.
    Tipo Empresa: Sociedad Anonima Cerrada
    Condición: Activo
    Fecha Inicio Actividades: 01 / Julio / 2009
    Actividad Comercial: Fab. Otros Prod. de Metal Ncp.
    CIIU: 28990
    Dirección Legal: Jr. Antonio Miro Quesada Nro. 867
    Distrito / Ciudad: Callao
    Departamento: Prov. Const. del Callao
    Telefonos:4656694

    ResponderExcluir
  2. Então, essa maquina é capaz de se mover ''perpetualmente'' através de uma não observável fonte de energia?

    ResponderExcluir
  3. Sim, talvez. Com a energia do gerador alimenta-se o motor, pois o invento em si, o "acoplamento" mecânico dá um ganho de energia de 13.

    É claro, isso é considerado impossível pela ciência mainstream. O rompimento do dogma da 2a lei da termodinâmica é o assunto principal desse blog.

    Nem todas as máquinas que pesquisamos podem ser relimentadas como esta, mas todas exibem ganho de energia. Infelizmente não tivemos tempo ainda de abordar outras, mas conhecemos muitas outras que alegam o mesmo.

    É claro, uma coisa é pesquisar pela internet (o que faço desde 2007, e estou convencido que é plausível). Outra é ver a coisa funcionando. Um pouco de ceticismo é saudável, apenas pedimos ao leitor que mantenha a mente aberta, leia as idéias que estão sendo desenvolvidas ao longo dos artigos. Em breve esperamos ter uma "prova de conceito" objetiva para mostrar.

    ResponderExcluir
  4. Será que não seria isso?
    http://www.youtube.com/watch?v=P-a8QAeCoNU

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia este. Não sei se é real ou é fake. Teria que estudar melhor estes caras, WITT (que me parece ser uma organização religiosa), e se eles divulgam de alguma forma o seu "segredo".

    Há muitos videos no youtube mas eu evito de ficar recomendando até que tenha feito extensa pesquisa na máquina em questão. Um dos critérios que eu uso é reparar nas similaridades entre uma proposta e outra, pois, posso afirmar, existem meia dúzia de princípios para fazer estas coisas que não são novos, e estão começando a estar amplamente conhecidos. Mas não dá pra fazer nada disso se o inventor não se dispõe a um diálogo aberto sobre seu invento, como o fazem John Bedini e Hector Torres, entre outros.

    ResponderExcluir

Seguir por Email

Seguidores