Bem vindo ao seu portal lusófono de Energia Livre e Ciência Alternativa!
NOSSA PÁGINA DO FACEBOOK - Curta e divulgue!
NOSSO CANAL NO YOUTUBE - Inscreva-se
SIGA-NOS NO TWEETER @EnergiaLivreBR
Entre em contato com o autor por e-mail
Participe da pesquisa de Energia Livre no grupo.
Para seguir o blog por e-mail, RSS ou Blogger role até o pé da página.
Na aba direita você encontra os links que abrirão as portas do universo da Energia Livre.
Boa viagem!!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Peter Lindemann anuncia aposentadoria

Leia abaixo a tradução do anúncio de aposentadoria de Peter Lindemann, postado originalmente aqui.


Caros participantes do Fórum,

Este será meu último post planejado para este fórum, ou qualquer outro fórum público. A partir de 31 de dezembro de 2016, estou anunciando minha aposentadoria formal no campo da pesquisa de energia alternativa avançada e qualquer papel público que eu possa ter desempenhado nos últimos 20 anos. Depois dessa data, não tenho mais planos de falar em futuras conferências ou publicar outros livros ou palestras sobre esse assunto. Meu site na Free Energy permanecerá disponível como ferramenta de ensino para o futuro previsível, mas pode não ser muito atualizado a partir deste ponto.

Dentro de alguns meses, eu vou ter 66 anos. Estive envolvido neste campo por 43 anos, desde 1973, quando eu soube primeiro do motor elétrico notável de Ed Gray que manteve suas próprias baterias carregadas. Nesse tempo, tive o privilégio surpreendente de estudar, fazer amizade e fazer contribuições significativas para o trabalho de cinco cavalheiros extraordinários: Bruce E. DePalma, Robert G. Adams, Trevor James Constable e David R. Squires e John C. Bedini.



Cada um desses homens tinha um intelecto imponente e um impulso insaciável para doar a humanidade com o fruto de seu gênio criativo. Cada um deles conseguiu porque eram experimentadores experientes, críticos honestos de seu próprio trabalho e porque estavam dispostos a publicar partes significativas de suas descobertas científicas.

E agora, cada um deles partiu deste mundo. Seu trabalho aqui acabou. Três deles morreram apenas este ano. A partir da década de 1980, como grupo, nos propusemos a publicar informações suficientes sobre as tecnologias da "energia livre" para garantir que nunca mais pudessem ser suprimidas. Neste ponto, acredito que o objetivo foi alcançado, e, portanto, meu trabalho público neste campo está feito, também. Este processo continuará nas mãos capazes da geração mais nova, e assim posso me afastar agora sem perturbar esse progresso.

As pessoas próximas a mim sabem que tenho andado lentamente nessa direção por vários anos. A morte inesperada de John no mês passado me deu a oportunidade de reavaliar minhas prioridades e reorientar minha atenção para outras atividades que também são muito significativas para mim. Assim, a partir de 2017, eu pretendo dar toda a minha atenção para essas outras atividades.

Se você está lendo isso, obrigado por contribuir para a minha vida. Se você foi um apoiador, obrigado pelo seu apoio. Espero que meu trabalho tenha encorajado seus próprios esforços. Se você foi um cético, obrigado pelo seu ceticismo. Espero que meus esforços tenham lhe dado novas razões para questionar sua base de conhecimento, da mesma forma que que seu ceticismo me deu novas razões para reexaminar a minha. Se você fosse um Naysayer [literalmente "negador, ou aquele que nega"], obrigado por tentar "me salvar" de uma fantasia na qual você tinha certeza que eu estava preso. Eu aprecio a sua boa vontade e nobres intenções, mesmo se eu nem sempre tenha sido polido sobre isso!

Cada um de vocês enriqueceu minha experiência de estar envolvido neste campo de alguma forma. Mas ao longo dos anos, minhas motivações para ficar envolvido mudaram tremendamente. Nos últimos 43 anos, experimentei ser o Novato, o Naysayer, o Cético, o Experimentador, o Estudante, o Descobridor, o Historiador, o Autor, o Educador e o Especialista! Na verdade, eu não tentei ser nenhuma dessas coisas. Eu só queria saber a Verdade sobre certas invenções anômalas e, em geral, sobre todas as diferentes maneiras pelas quais a Natureza está disposta a fornecer energia útil. Assim, não importa onde você está neste caminho, eu estava bem aonde você está agora em algum ponto em minha evolução.

O que eu descobri é que a Verdade só é encontrada na Filosofia e na Religião, mas NÃO na Ciência. Na Ciência, tudo o que podemos encontrar são os FATOS, e como esses fatos foram INTERPRETADOS e REPORTADOS ao longo da história!

Usada corretamente, a Ciência é um "método formal de investigação". A Ciência não é um "modelo intelectual da realidade" ou mesmo uma "visão do mundo". A tentativa de fazê-la funcionar dessa forma é como usar a "ciência" como um par de óculos de sol, Que só pode limitar o número de freqüências de realidade apresentada para você ver. Nunca fique preso nesse lugar imaginário onde você acredita que a "ciência" pode descrever todas as experiências valiosas. Não pode pesar ou medir por qualquer métrica conhecida a importância do Amor de sua Mãe ou o poder que pode ser desencadeado pela generosidade ou bondade. A ciência tem um lugar adequado na sociedade, mas seu papel para o verdadeiro benefício do cientista é bastante limitado. Aqui, a Filosofia é mais importante.

É por isso que, até cerca de 125 anos atrás, tornar-se um Filósofo Natural era a maior conquista possível no campo da ciência. "Física" começou como o estudo do mundo físico, e que foi o estudo do comportamento da Natureza. Imitando a natureza permitimos que a tecnologia se desenvolvesse. Compreender o QUE a natureza estava fazendo, e COMO imitar essa ação com meios "artificiais", foi o começo da Invenção. Em última análise, isso levou a um estudo mais aprofundado de PORQUE a Natureza faz o que faz, e esta investigação desenvolveu-se em uma observação filosófica e contemplação do comportamento do mundo natural.

Ser um Filósofo Natural era reconhecer a própria inserção no Mundo Natural que se estava estudando e participar com a Filosofia da Natureza como um guia para o próprio comportamento e processo de descoberta. Este entendimento da origem da descoberta é por que John e eu dizíamos sempre que "a máquina é o seu professor". Todo esse "processo educacional natural" foi substituído por diplomas universitários e uma "Física Teórica" que se divorciou da necessidade de executar uma "verificação de realidade" sobre si mesma. Isso deixou a ciência de hoje como uma concha vazia em relação ao que costumava ser e o que deve tornar-se mais uma vez em um futuro mais esclarecido. A sociedade de hoje usa a ciência para servir as pessoas como uma mercadoria na economia a ser explorada, enquanto alguma sociedade futura usará a ciência para servir a necessidade humana e libertar o tempo das pessoas para atividades mais criativas.

Filosoficamente, eis o que eu encontrei. Os fatos da ciência estão em sua BANCADA DE TRABALHO. Suas interpretações desses fatos estão em sua MENTE, caracterizada pela precisão de suas observações e pelas imperfeições em seu modelo mental de realidade. Os relatórios de suas interpretações estão nestes FÓRUNS e em outros registros, umas duas etapas completas removidas dos fatos. É por isso que se você não construir e executar o experimento você mesmo, sobra apenas acreditar nas interpretações de outra pessoa e você se priva da oportunidade de pegar a trilha de descoberta deixada por experimentadores anteriores. Enquanto você se disciplinar para nunca confundir essas coisas, uma da outra, você começou seu próprio processo de descoberta genuína.

No final, você deve acreditar em si mesmo e você deve ganhar o seu mais profundo auto-respeito através da honestidade, integridade e clareza. Esses aspectos não fazem parte da Ciência, mas devem tornar-se parte de cada Cientista que aspira a fazer ciência bem. Se você fizer isso, se você deixar a vida integrá-lo no centro do seu ser, você vai descobrir a sua maneira de encontrar tudo o que você procurar.

Eu acredito em você. Obrigado por continuar onde eu agora paro.

Adeus,
Peter

2 comentários:

  1. E você, criador do Ponto Zero? Já criou um bedini ou qualquer coisa assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não, mas adianto que não pretendo fazer de forma amadora. Pretendo montar um laboratório bem equipado e fazer uma série de experiências muito mais criteriosas do que tenho visto por aí na internet, das quais pretendo produzir um relatório conclusivo que comprovará ou não o efeito Overunity do Bedini sem sombra de dúvida. Tenho planos de fazer isso há anos, mas por conta de um casamento mal sucedido e um divórcio arrastado, estes planos foram atrasados. Recentemente estou mobiliando casa nova e tenho um quarto já separado para o laboratório, quando as bancadas estiverem prontas, eu começo a comprar os equipamentos e em breve você verá minhas experiências no youtube.

      Excluir

Seguir por Email

Seguidores